Notícias

Financiamentos imobiliários somam R$ 13,8 bilhões em novembro e mantêm ritmo forte

23/12/2020 - FINANCIAMENTOS IMOBILIARIS

noticias

Financiamentos imobiliários somam R$ 13,8 bilhões em novembro e mantêm ritmo forte
 
Financiamentos Imobiliários - Valores

Os financiamentos imobiliários com recursos das cadernetas do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) atingiram R$ 13,84 bilhões em
novembro de 2020, montante apenas 0,2% inferior ao valor recorde observado em outubro. Em relação a novembro de 2019, persistiu o ritmo expressivo de crescimento (+77,9%). Em valores nominais, o volume financiado em novembro foi o segundo mais elevado da série histórica iniciada em julho de 1994.
Entre os primeiros onze meses de 2019 e de 2020, os empréstimos destinados à aquisição e construção de imóveis avançaram 52,1%, atingindo R$ 106,51 bilhões, valor próximo ao do pico histórico registrado em 2014 (R$ 112,85 bilhões).
No acumulado de 12 meses (dezembro de 2019 a novembro de 2020), os financiamentos destinados à aquisição e à construção de imóveis somaram R$ 115,17 bilhões, alta de 51,4% em relação aos 12 meses anteriores.
 
Financiamentos Imobiliários - Unidades
Foram financiados em novembro de 2020, nas modalidades de aquisição e construção, 46,2 mil imóveis, resultado 1,5% superior ao de outubro e 59,9% maior do que o apurado em novembro de 2019.
Entre janeiro e novembro de 2020, foram financiadas 370,9 mil unidades, resultado 39,3% maior que o de igual período de 2019.
Nos últimos 12 meses (dezembro de 2019 a novembro de 2020), os financiamentos do SBPE viabilizaram a aquisição e a construção de 402,5 mil imóveis, alta de 38,9% em relação aos 12 meses anteriores, quando 289,7 mil unidades foram beneficiadas pelo crédito imobiliário com recursos das cadernetas de poupança.
 
Poupança SBPE: Captação Líquida
Após oito meses com resultados positivos, em novembro, a captação líquida da poupança SBPE ficou negativa em R$ 442,9 milhões, contrariando o comportamento histórico de alta neste mês. Alguns fatores podem explicar esse comportamento: Incentivo, nos primeiros meses da pandemia, à antecipação de férias com eventual recebimento de parte do 13º salário. Antecipação do recebimento do 13º salário dos beneficiários da Previdência Social, e, por fim, houve redução do valor do auxílio emergencial, que também é creditado em contas de poupança. Contudo, no período acumulado entre janeiro e novembro, a captação líquida das cadernetas atingiu R$ 109,4 bilhões. O recorde anterior, considerando o período em pauta, havia sido registrado em 2013, quando o balanço entre depósitos e retiradas (de janeiro a novembro) foi positivo em R$ 46 bilhões.
A captação líquida negativa de novembro foi compensada pelo crédito de rendimentos, o que manteve o saldo em crescimento para R$ 784,2 bilhões, com aumento de 0,1% em relação a outubro e de 22,2% sobre igual período do ano passado, como se vê no gráfico a seguir.
 




Fonte: Abecip - Associação das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança

 
   
Principal
A Empresa
Notícias
Parceiros
Financiamento
Nossos Seguros
Cotação - Seguro Automóvel
Serviço de Despachante
Política de Privacidade
 
de
Financiamentos imobiliários somam R$ 13,8 bilhões em novembro e mantêm ritmo forte
de
AQUISIÇÃO DE IMÓVEL COM USO DO FGTS
 Newsletter
Cadastre seu e-mail e receba novidades exclusivas.
3490 Repita ao lado:
redesp_twitter.pngredesp_youtube.png
icone-whatsapp 1
 
 
 
JR GESTÃO ADM IMOBILIÁRIA LTDA
contato@jrgestaoimobiliaria.com.br
(21) 97046-0141
Site para Imobiliarias
Site para Imobiliarias

Esse site utiliza cookies para garantir a melhor experiência e personalização de conteúdo. Ao continuar navegando, você concorda com nossa Política de Privacidade.